Nosso roteiro e dicas da Guarda – Road trip, dia 8

04 maio 2017

No post de hoje vamos falar da Guarda, a primeira cidade em que nos hospedamos no retorno a Portugal. Falamos aqui especificamente da cidade, e não da região. Veja nosso roteiro e dicas da Guarda.

Nosso primeiro destino no retorno a Portugal foi a cidade da Guarda, bem perto da fronteira com a Espanha, ao pé da Serra da Estrela. Foi uma parada estratégica: já havíamos percorrido mais de duas horas entre Madri e Salamanca, mais quase duas horas entre Salamanca e a Guarda. Estávamos cansados demais para ir até o Porto, o que exigiria mais duas horas dentro do carro.

Não sentimos muita dificuldade em escolher um hotel pois a cidade é pequena e não há muitas opções. Nossa escolha foi o hotel Santos. O que nos levou a ele foram basicamente as avaliações. Ele tem nota 8,9 no Booking. Além disso o preço estava ótimo: 45 euros o casal. No check in fomos recepcionados por um casal de idosos fofos, acreditamos ser os proprietários. Eles foram uns queridos e nos acolheram muito bem.

Dicas da Guarda

O hotel mais que aprovado

Dicas da Guarda

O quarto

Sábado à noite, cidade pequena, noite de inverno. Não havia uma viva alma na rua. Sem nada para fazer pedimos indicação de um lugar para jantar e escolhemos um pequeno restaurante chamado Solar da Beira (Rua Francisco de Passos, 9). Parecia ser um estabelecimento familiar. A comida estava saborosa e foi bem barato.

Domingo, acordamos e fomos para o café da manhã que estava incluído em nossa diária. Sério, que café é aquele? Bom demais. O mesmo casal estava lá e assim que chegamos a senhora já colocou na mesa um cesto de pães. Depois vieram os frios e o café. No estilo buffet havia ainda opções de sucos, iogurte e frutas. Mas tudo foi feito com tanto carinho, sabe? A senhora quando viu que tínhamos comido todos os frios prontamente já trouxe mais e sempre perguntava se estava faltando alguma coisa! Uma fofa! Fizeram-nos sentir em casa. Tivemos uma refeição caprichada e logo fomos andar pela cidade.

Assim como na noite anterior, não havia muito a ser feito. Logo ao lado do hotel fica a Porta dos Ferreiros, que fazia parte das muralhas que defendiam a cidade, dando acesso a ela. É considerando um monumento nacional português. Passando a porta, caminhamos até a Praça Luís de Camões, a principal da cidade. Infelizmente estava coberta por uma fina camada de gelo, fazendo com que caminhar fosse um exercício constante de equilíbrio. O comércio estava fechado. O único lugar que pudemos visitar foi a Catedral da cidade.

A igreja é muito bonita, mas não se pode comparar àquelas que vimos ao longo de nossa viagem. Sua construção, iniciada no fim do século XIV, tem estilo gótico e manuelino. A visita é paga, mas não anotamos o valor dos ingressos. Lembramos que é bem baratinho, algo como um ou dois euros. Em frente ao templo fica uma estátua de Sancho I, fundador da cidade da Guarda e um dos primeiros reis de Portugal.

Dicas da Guarda4

A Igreja

Sabemos que a Guarda tinha muito mais a oferecer, mas considerando o frio que fazia e o fato de que não havia quase ninguém na rua e tudo estava fechado, decidimos voltar ao hotel, fazer nosso check-out, pegar o carro e partir para o Porto, onde encerramos nossa road trip. Mas aí já é assunto para um próximo post, né?

Não esqueça de fazer suas reservas através do blog no Booking e Hoteis.com. Você não paga nada a mais e ainda nos ajuda a manter o blog! Se não tiver seguro viagem, não esqueça de ver com a nossa parceira Seguros Promo e colocar o código de desconto VIAGEMADOIS5 para garantir 5%!

 



Booking.com

Publicado por Rachel e Luciano Guedes

Somos um casal apaixonado por viagens e que compartilha relatos e dicas voltados, não exclusivamente, para programas românticos. Todas as nossas dicas são baseadas em nossas experiências.

Siga
Snapchat
viagemadois
Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *