Bogotá: transporte, câmbio e altitude

06 fev 2013

A cidade

Bogotá é a capital e maior cidade colombiana. Aterrizamos na cidade em uma quarta-feira a noite. Nossa primeira impressão foi ótima. O aeroporto internacional agora é atendido por um novo terminal, onde tudo está novinho em folha, e bem estruturado.  A imigração foi super tranquila. Só nos perguntaram o motivo da viagem e qual a ocupação. Rápida e fácil.

Como ouvimos falar em vários blogs que os taxistas em Bogotá são muito malandros, resolvemos fechar um transfer com o hotel nesse primeiro momento. Logo após o desembarque já estavam lá nos esperando. O aeroporto não era muito perto do hotel e pudemos ver o quão grande a cidade é. E está aí um ponto positivo, a cidade é surpreendente! Não imaginávamos uma cidade tão grande.

Achamos a cidade limpa e de fácil localização. As ruas (Calles) e avenidas (Carreras) são indicadas por números e os prédios, pelas quadras a que pertencem. Por exemplo: nosso hotel ficava na Calle 100, 14-26. Significa que ficava na Calle 100, na quadra a partir da Carrera 14, número 26.

O transporte

A chegada em Bogotá assusta: o trânsito é caótico, as pessoas buzinam por qualquer coisa e o tempo todo!  Daí a pressa do nosso taxista ao chegar no hotel e praticamente nos jogar pra fora do carro. Este é um dos motivos pelos quais não vale a pena alugar carro em Bogotá ou Cartagena. Outro motivo bastante razoável é que em Bogotá há rodízio de placas e a melhor de todas as razões para não locar carro é que o taxi é bem barato.

Existem dois tipos de táxi: amarelo e branco. O preço cobrado pelos táxis brancos são tabelados e custam normalmente o dobro do que custaria no táxi comum. A vantagem é que os carros são mais confortáveis e os motoristas mais educados e confiáveis. Os táxis amarelos contam com um taxímetro e uma tabela.

Passamos por um incidente desagradável em um desses táxis: o motorista trocou uma nota de 50 mil pesos por uma de 5 mil e disse que havíamos lhe pagado apenas 5 mil, com uma nota falsa. Na hora estranhamos e não tínhamos como ter certeza, mas depois de conferirmos nosso dinheiro vimos que tínhamos caído no golpe. Mas isto aconteceu apenas uma vez em 4 dias andando de táxi pra lá e pra cá. Acredito que um pouco de atenção teria evitado o problema. Tomamos este táxi no ponto que fica no desembarque do bonde que desce o Cerro de Monserrate.

Em Bogotá existe um sistema de ônibus rápido chamado Transmilenio, mas evitamos utilizá-lo pois, além de ser um pouco afastado do hotel, soubemos que os ônibus estavam sempre cheios. Os ônibus comuns são muito velhos e preferimos também não encará-los.

Taxis

Câmbio e cartões de débito e crédito

Existem três formas de comprar pesos colombianos: comprar pesos colombianos no Brasil, comprar dólares e trocar por pesos colombianos já na Colômbia e comprar pesos colombianos já na Colômbia usando reais.

Seguro viagem geral 728x90

O Viagem a Dois fez as contas e chegamos ao seguinte resultado:

– Comprando COP no Brasil (Banco Safra – Aeroporto de Guarulhos): você gastará R$ 1,49 para 1000 COP.

– Comprando COP na Colômbia usando dólares (considerando o dólar a R$ 2,13 e trocando um dólar por 1710 COP): você gastará R$ 1,25 para 1000 COP.

– Comprando COP na Colômbia usando reais: você gastará R$ 1,43 para 1000 COP.

No cartão de débito, fizemos uma compra de 29.650 COP que saiu por R$ 34,75 mais R$ 0,13 de IOF. Neste caso, 1000 COP custam R$ 1,17. É, de longe, a opção mais vantajosa.

Já no cartão de crédito, uma compra de 20.00 COP saiu por U$ 11,26 dólares mais U$ 0,71 de IOF. Considerando que nossa última fatura do cartão (fev/2013) cobrou R$ 2,07 por dólar, ao utilizar o cartão de crédito você gastará R$1,24 por 1000 COP, ou seja, uma opção mais vantajosa que o câmbio já que a maioria dos cartões de crédito conta com programas de recompensas.

Altitude

Bogotá se encontra a 2640 metros de altitude. Com certeza isso foi uma preocupação que tivemos, primeiramente porque a Rachel tem bronquite e também porque nosso avô de 86 anos viajou conosco. Fomos ao médico e trouxemos remédios para o caso de alguma resposta negativa, mas graças a Deus ninguém sentiu nada. Claro que tomamos as precauções básicas como não fazer muito esforço no primeiro dia, evitar grandes esforços como subir muitas escadas e etc.  Mas esse ponto foi super tranqüilo. Só sentíamos dificuldade quando andávamos mais rápido e na hora das escadas.

No Cerro de Monserrate

De uma forma geral a cidade é surpreendente! Não deixem de colocar a Colômbia em seus planos!

______
 

Nos siga no Twitter: @blogviagemadois

Instagram: @blogviagemadois

Snapchat: viagemadois

Facebook: https://www.facebook.com/ViagemADois


Powered by Benchmark Email

Publicado por Rachel e Luciano Guedes

Somos um casal apaixonado por viagens e que compartilha relatos e dicas voltados, não exclusivamente, para programas românticos. Todas as nossas dicas são baseadas em nossas experiências.

Siga
Snapchat
viagemadois

comentários

  1. Muito obrigada pelas dicas! Vou à Colômbia em agosto e as dicas são muito bem vindas.
    Foi fácil usar o cartão de débito por Bogotá, Medellin, Cartagena e San Andrés? Realmente vale muito a pena e sem contar q não precisa andar com muito dinheiro na carteira.

    • Rachel e Luciano
      09 out 2013

      Em Bogotá e em Cartagena foi super fácil. Não fomos a Medellin e nem San Andres então não podemos opinar! =)

  2. Olá! Gostaria de saber qual o cartão de débito que você utilizou na viagem. É possível levar o de qualquer banco, desde que esteja desbloqueado?

    • Rachel e Luciano
      08 out 2013

      Cauhana, usamos o cartão de débito do Banco do Brasil, mas acredito que qualquer cartão internacional desbloqueado funcione lá! =)

  3. Eloah
    27 out 2013

    Bom dia, adorei estas dicas. Irei para Bogotá amanhã a trabalho, como foi de última hora, não sei exatamente quanto de dinheiro seria bom levar. Vi pelos comentários que os táxis são baratos, vc poderia me informar mais ou menos quanto que eu gastaria com o táxi? Obrigada.

    • Rachel e Luciano
      28 out 2013

      Oi Eloah! Difícil te dizer quanto você vai gastar com taxi porque nem sei quantos dias você vai ficar. Mas o táxi lá é realmente barato, cruzamos a cidade com transito e pagamos super barato. O mais importante é ficar de olho com alguns taxistas. Tente sempre pagar com dinheiro trocado! Boa viagem e aproveite pois essa cidade é linda!

  4. Alberto Pedrini Jr
    23 dez 2013

    Solicito gentileza de informar a data da viagem, para efeito de comparação das taxas de câmbio.

    • Rachel e Luciano
      24 dez 2013

      Alberto, fomos no final de janeiro e início de fevereiro de 2013. 🙂

  5. Carolline
    03 jan 2014

    Olá. Eu e o meu marido estamos planejando passar uns dias de férias em Bogotá. Gostaríamos de saber se em relação à compras, vale a pena comparado ao Brasil?

    Grata

    • Jose Calixto
      06 jan 2014

      Caroline, vale a pena comprar na Colombia sim se comparar ao Brasil. Na Colombia voce acha produtos importados facil quase pelo preço do que voce pagaria comprando em sites de internet tipo amazon, e so questao de pesquisar pois nao e em qualquer lugar que voce vai achar preços razoáveis..por exemplo no Duty free e muito barato comprar, sae mas barato se comparar com o Duty free de Guarulhos.

      • Rachel e Luciano
        07 jan 2014

        Isso mesmo Jose! Obrigada pela dica!

    • Rachel e Luciano
      07 jan 2014

      Caroline, nós não pesquisamos a fundo essa parte de compras mas o pouco que vimos achamos que valia a pena sim. Por exemplo: o iPad lá sai mais barato que nos Estados Unidos! 😉

  6. Glaucia
    10 jan 2014

    Olá! Vocês precisaram pagar alguma taxa aeroportuária em Bogotá, fora as das passagens? E pegar alguma isenção de imposto?

    • Oi Glaucia. Nós não pagamos nenhuma taxa não. O que nos solicitaram foi um carimbo que tínhamos que pegar em um local específico no aeroporto. Apenas isso. Abraços!

  7. Rogério Telles
    24 jan 2014

    Boa tarde Rachel e Luciano!

    Excelente publicação, parabéns!

    Fiquei com uma dúvida, o cartão de débito que vocês utilizaram foi o do Banco do Brasil, como mencionado em alguns comentários anteriores. Vocês só colocaram o dinheiro na conta corrente aqui no Brasil, autorizaram o débito internacional e utilizavam normalmente na colômbia? E no caso, te descontaram R$ 1,17 por 1000 COP, certo? Foi esse o procedimento feito? Caso não, poderiam me explicar enviando um e-mail ou até publicando aqui mesmo?

    Muito obrigado!!

    • Oi Rogério, ficamos felizes que tenha gostado do post! O cartão que usamos foi Banco do Brasil mesmo. Basta desbloquear o cartão para uso internacional. Se o cartão for multifunções (crédito e débito), todas estarão desbloqueadas para uso internacional. Mas é bom lembrar que agora o IOF para compras internacionais no débito também é de 6,38%. Logo o débito pode não se revelar mais tão vantajoso. 😉

  8. Olá, casal.
    Obrigada pelas dicas sobre câmbio. Pena que agora o IOF do cartão de débito está igual ao do cartão de crédito, então deixou de ser tãaaao vantajoso, né? Mesmo assim parece bem melhor do que trocar reais por COP, seja aqui ou lá. Não é isso?
    Outra pergunta: a maioria dos estabelecimentos de Cartagena (que vocês visitaram) aceitavam cartão?
    Abraço, Cris (www.pequenograndemundo.com)

    • Cristiane, nós não sabemos como anda o câmbio então não podemos dizer precisamente se trocar reais por COP ainda continua não sendo vantajoso. Se eu viajasse hoje, levaria uma parte em dólares e usaria os cartões de crédito. Com o IOF igual para saque internacional, débito e crédito, o crédito tem a vantagem da pontuação. O IOF menor para compra de moeda estrangeira em espécie acaba não compensando. Ou será preciso fazer duas operações de câmbio (real para dólar e dólar para COP) ou comprar COP usando Real, o que é muito caro tanto no Brasil quanto na Colômbia.

      Por fim, em Cartagena conseguimos passar o cartão tranquilamente em todos os estabelecimentos! 🙂

  9. daniely
    04 mar 2014

    Vcs tomaram a vacina de febre amarela?

    • Oi Daniely! Nós tomamos a vacina sim mas não foi pedido nenhum comprovante e se quer nós perguntaram se ela estava em dia. Abraços

  10. Andrea
    15 jun 2015

    Boa tarde,

    Adorei as dicas, iremos em lua de mel agora em Julho, e gostaria de saber qual o melhor local para sentar nas lanchas, se na frente no meio ou atrás? E onde vocês fizeram a troca das moedas com cartão de débito, que segundo vocês foi a melhor opção?

    Obrigada pelas dicas!

    Andrea.

    • Oi, Andrea. Tudo bem? Olha, na ida não molhou em nenhum lugar, mas já na volta a lancha molhou toda. TODOS se molharam. Então, acho que a melhor forma de você saber disso é perguntando no dia, para o pessoal da tripulação.

      Quanto ao cartão de débito, não houve troca de moedas. Nós sacamos diretamente lá. E quando você saca em um país, o dinheiro já sai na moeda no país. Não precisa fazer a troca. 😉

  11. Lili
    21 ago 2015

    Hola buenas noches,, soy colombiana, voy a viajar a Salvador de bahía y me gustaría saber si en Brasil puedo cambiar pesos por reales, y que sería mejor cambiar mi dinero en Colombia o mejor allá en Brasil..

    • Rachel e Luciano Guedes
      25 ago 2015

      Lili, não tenho certeza, mas recomendaria trazer dólares ou reais. Poucas casas de câmbio trabalham com pesos colombianos.

  12. Rafael Alves
    13 fev 2016

    Pessoal, estou viajando para a colombia. Estou caçando as informações… e deixando o que vou descobrindo aos poucos. Acabei fazendo uma amigo em um fórum em bogotá. Algumas informações importantes e atualizadas:

    NÃO comprem COP no brasil
    NÃO levem reais! por mais que a gente acabe perdendo um pouco com duas transações, ainda vale a pena levar dolar. Meu amigo olhou pra mim e a cotação estava em 8 de fevereiro de 2016 no emerald center 1 real: 710 pesos. 1 dolar: 3.300 pesos.

    • Rachel e Luciano Guedes
      28 fev 2016

      OI, Rafael. Obrigada por compartilhar conosco sua experiência!! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.