Como organizar sua viagem a Itália

14 jan 2014

Estamos a uma semana de embarcar pela primeira vez para a nossa primeira viagem a Itália. Sempre que vamos para um lugar que não conhecemos fazemos uma pesquisa e tentamos sentir um pouco o que nos espera. O que não falta são informações sobre a Itália por aí, não é? Por causa desse excesso de informação resolvemos mostrar como nos organizamos para esta viagem.

Assim que compramos as passagens, em uma promoção, começamos as pesquisas. Em 99,9% das vezes começamos pelo Viaje na Viagem, com o  mestre Ricardo Freire. Podemos confiar em todas as dicas que encontramos! Em muitas oportunidades os posts viram a referência do destino. Se encontramos alguém indicando determinado passeio, vamos ler o relato. Assim encontramos o post maravilhoso falando de Pisa (para ver o post clique aqui). É um dos poucos que realmente dizem que o passeio vale a pena.

Com relação aos guias impresso, sempre compramos um da Folha de São Paulo. Dessa vez compramos um que fala de todas as regiões da Itália. Achamos o guia muito grande e pesado. É do tipo que ajuda muito no planejamento mas ficará em casa devido ao peso e tamanho. Outro guia que nos amamos é o KeyGuide da PubliFolha. Este costuma ser mais específico. O que temos, por exemplo, fala apenas de Roma, mas é bastante completo e ajuda a decidir quais atrações visitar. Os outros dois guias são do pai da Rachel que, recentemente, fez uma viagem a Itália e nos emprestou.

viagem a Itália

Os guias que estamos usando

viagem a Itália

Nossas revistas

Também somos assinantes da Revista Viaje Mais. Quando decidimos fazer uma  viagem separamos as edições que possuem alguma reportagem de nosso interesse. As revistas costumam ser um pouco mais limitadas, mas não deixe ser uma maneira de obter mais informações sobre o destino. Confessamos que raramente tomamos alguma decisão só com base nas revistas. É mais uma leitura complementar.

Nossas revistas

Um blog que nos ajudou muito foi o Matraqueando. A Silvia tem uma série sobre a Europa barata e lá está o Barato de Roma. Compramos o guia que ela fez e marcamos restaurantes e dicas de lugares a visitar, tudo, como o próprio nome diz, bem baratinho. Um outro blog com um serviço muito legal é o Finestrino. Eles vendem roteiro de viagens personalizados de até 15 dias. Confessamos que foi uma ajuda muito grande. Eles nos ajudaram a montar o roteiro mesmo. Falamos quais cidades gostaríamos de visitar e pronto! O roteiro vem super explicadinho, cheio de dicas! Super indicamos! Também colhemos informações no Turomaquia  e  em um bate papo que o SundayCooks fez com o tema “Uma viagem pela Itália” (assista aqui).  Todos são blogs que lemos constantemente e nos quais confiamos! 🙂

A parte mais difícil, sem dúvida, foi escolher as cidades. A Itália é um país muito rico e com muitas regiões a serem visitadas, tanto que uma das nossas primeiras decisões foi que nessa primeira viagem a Itália nós não iríamos para outro país. Mesmo assim, os 17 dias serão poucos para conhecer tudo. Não tivemos como fugir de Veneza por dois motivos: a) nosso voo chega e parte de lá; b) por ser considerada uma das cidades mais românticas do mundo. De lá iremos a Verona, conhecer a cidade de Romeu e Julieta. Roma também não tínhamos como deixar de ir, um dos berços da civilização ocidental e seus marcos históricos. A parte do litoral, como Capri, resolvemos deixar para uma próxima vez, já que viajaremos no alto inverno europeu. Resolvemos então pegar Florença como base e aproveitar para conhecer Pisa, Lucca, Bolonha e, quem sabe, algo mais pelo caminho. E Milão ficou por último, para a despedida.

Falando de Milão, quase não conseguimos ver o quadro “A Última Ceia” do Leonardo da Vinci. Tá certo que compramos com um mês e meio de antecedência apenas e o recomendado é que seja comprado com uns três meses, quando os ingressos são disponibilizados. Quando entramos no site só havia um único horário disponível e apenas visita guiada. O horário era péssimo, mas conseguimos.

Depois de ter lido e recolhido muitas informações, começamos a fechar os hotéis. Fizemos a maioria das reservas pelo Booking. No quesito de hospedagem demos preferência a hotéis próximos das estações de trem mais centrais, evitando andanças com malas.

Outra coisa que fizemos já com um pouco de antecedência foi comprar as passagens de trem entre as cidades que escolhemos como base. Por exemplo: nós saímos de Veneza  para Florença dia 27 e de Florença para Roma dia 01/02. Essas passagens já compramos porque são as principais e o Luciano gosta/precisa dessa organização. Agora, os outros deslocamentos, como a ida a Pisa,   deixamos para comprar na hora.

O Roma Pass também compramos com antecedência, mas apenas pelo fato de ter sido um presente para a irmã da Rachel, que nos acompanhará em uma parte da viagem.

Um ponto importantíssimo em qualquer viagem para a Europa é a questão do seguro viagem, um item de extrema importância. A legislação européia exige que os turistas possuam um seguro que cubra despesas médicas e hospitalares no valor mínimo de 30 mil euros. Este é um detalhe que é muito importante pois mesmo com essa exigência algumas seguradoras ainda vendem o seguro com a cobertura inferior. Evite problemas na imigração!

Agora estamos na fase de imprimir tudo, separar por ordem de acontecimentos e fazer a contagem regressiva, afinal faltam apenas 9 dias! E você? Tem alguma dica para compartilhar conosco sobre sua viagem a Itália?

 

Publicado por Rachel e Luciano Guedes

Somos um casal apaixonado por viagens e que compartilha relatos e dicas voltados, não exclusivamente, para programas românticos. Todas as nossas dicas são baseadas em nossas experiências.

Siga
Snapchat
viagemadois

Veja também:

comentários

  1. Tio Nelson
    15 jan 2014

    Em Veneza, recomendo o restaurante do Hotel Noemi e a Osteria Mocenigo. Veja no google os endereços.
    Não deixem de curtir um fim de tarde ouvindo música e bebericando na praça de são Marcos.
    Como alugo carro, fiquei hospedado no Antony Palace Hotel em Marcon, com excelente custo/benefício pois é um 4 estrelas com café da manhã incluído, por aproximadamente 100 euros.
    Compre um passe para o Vaporeto com validade para os dias em que vcs. lá permanecerem.
    Divirtam-se!

    • Obaaaa! Obrigada pelas dicas! Estão todas anotadas.. 🙂

  2. Tatiana Bernardes
    16 jan 2014

    Adorei as dicas! Já montei meu roteiro de cidades, agora vou dar uma olhada nesses outros sites e guias.

    Me empresta esse da italia q vcs não vão levar pra eu organizar a minha?

    Quero muitas dias, pois vamos em setembro!!!

    bjocas

    • Oi Tati! Claro que te empresto! Vamos combinar alguma coisa que te passo o guia. Quer as revistas ou algum outro? Só falar! E acredito que antes de você voltar vamos ter várias novidades aqui! 😉

  3. Séergio Antônio Câmara Lima
    17 jan 2014

    Kel
    Em Veneza, fiquei no Hotel MGallery Papadopoli, com diária de 203 euros, situado nos Giardino (jardins) de Papadopoli e bem em frente a Piazza de Roma. Esta praça é muito grande. É o ponto terminal para todos os veículos, que chegam a Veneza. O hotel também tem um entrada para um pequeno canal, que fica em frente a Stazione di Venezia Santa Lucia, aonde chegam os trens. Como vim de Milão de trem saltei na estação e peguei um táxi (barco) para atravessar o grande canal e chegar ao Hotel. Enquanto fazia o check in,, para entrar no Hotel, um português me ofereceu um passe de vaporeto, com validade de três dias, com direito de andar para todos os cantos. Um dos lugares que almocei foi na Trattoria dalla Zanze, situado na via santa Croce, 23 (perto do Hotel) e para jantar Trattoria Piazzeria Da Roberto (www.trattoriadaroberto.com), situado na via castelo, 4707 (final da Praça San Marco, em direção a ponte do suspiro). É essencial curtir o por do sol, bebendo um Spritz (bebida mais popular de Veneza – Prosecco, água com gás e Campari), ouvindo uma música suave, numa das mesas do Café Florin, na Praça de São Marcos. Não deixe de curtir a ponte do Rialto, que é a ponte em arco mais antiga. Curta bastante, esse é um programa bem romântico.
    Bjs
    Pai

  4. Ola Raquel, uma dica que te dou, morando na italia e sendo blogueira é ver os blogues das brasileiras (os) que moram na italia, como o VIagem Na Italia, Brasil Na Italia, Turismo em Roma, Milão nas mãos, etc
    Tem muitas dicas que fogem do turismo básico e que podem fazer diferença na sua viagem.
    Me coloco a disposição para ajuda-la no que for preciso.
    Uma correção: em MIlão, a última ceia é um afresco e não um quadro.
    As passagens de trem de Florença-Pisa e Florença interior voce nao compra com antecedência pela intenet porque nao sao disponiveis , porque sao regionais (geralmente estão disponíveis 1 semana antes) e essas nao tem cadeira marcada, e voce pode comprar na hora de embarcar tranquilamente, pois sempre tem lugar. Pode tranquilizar o marido!
    Como disse antes, fico a disposição para mostrar Florença e Pisa, me avise as datas se quiser, assim não marco nenhum trabalho nesta data.
    No meu blog vc encontra indicações de restaurante e informaçõs sobre museus, transportes, aqui:
    http://passeiosnatoscana.com/2013/10/28/links-uteis-na-toscana/
    Quanto a Pisa, te garanto que a cidade tem muuuito mais alem da torre, o problema é que nenhum blogueiro ficou mais de meio dia na cidade … e assim realmente fica dificil conhecer além da praça com meio dia. Por isso te convido, se quiser conhecer bem a cidade e tem tempo disponível, posso te apresentar uma Pisa fora dos estereótipos, afim?
    Tenho muito amor por essa cidade, porque foi a que escolhi pra viver! #amopisa e guio pessoas por toda a Toscana… entao um pouco de experiencia eu posso dizer que fiz..
    Desejo uma boa viagem.

    • Oi Deyse, nossa obrigada! Eu olhei seu comentário de desde então estou “mergulhada” nesses blogs, realmente tem muita coisa boa! Nós chegamos em Florença dia 27/01 de manhã e vamos embora dia 01/02. Seria um prazer te encontrar!! Beijos

  5. Oi, Raquel,

    Boa viagem à Itália, e como a Deyse (Passeios na Toscana) citou acima, é sempre bom também consultar blogueiros que moram no país a ser visitado: além de viverem o seu dia a dia, podem dar dicas que, muitas vezes, o turista não encontra em muitos guias impressos.

    Saudações de Riccione,,

    Maria

    • Maria, realmente esta dica da Deyse foi ótima. Estou aqui “mergulhada” na leitura! Aliás, parabéns pelo seu blog. Excelente! 🙂

  6. LEIDIANE
    26 abr 2014

    Olá! Adorando seu blog, viajando literalmente! Sobre a questão do seguro viagem, qual seguro vocês fizeram? Abs.

    • Rachel Guedes
      26 abr 2014

      Nós sempre utilizamos o ITA (http://www.itatravelcard.com.br/). O meu tio, que trabalha há 25 anos no ramo, sempre usou e nunca teve problema! Nós também já utilizamos em alguns países e zero de problemas! Se você precisar de um agente, nos avise! 😉

  7. Leidiane
    26 abr 2014

    Quanto ás reservas no Booking é seguro reservar por esse site? Nunca fiz reserva pelo Booking mas pesquiso hospedagem sempre nesse site, realmente é seguro pra hospedagem internacional?

    • Rachel Guedes
      26 abr 2014

      É sim, Leidiane! Nós sempre utilizamos. Nunca tivemos nenhum problema. Você reparou que a direita, tem um link pra você fazer sua pesquisa aqui pelo blog? Nós temos uma parceria com o Booking! Se você fizer a reserva através do blog, nos ajuda, pois ganhamos uma comissão. 😉

  8. Rosangela batista
    22 jun 2014

    Bom dia Rachel Guedes , venho aqui para agradecer pelas informacoes que peguei atraves do seu blog, estou voltando amanha para o Brasil,e venho deixar tambem uma dica para os Brasileiros que forem a Maranello a citta da Ferrari,fui com meu marido a essa pequena e linda cidade mais de uma grande encanto,fui ao museu Ferrari e conhecemos um Brasileiro de Recife, o Gean muito educado que nos indicou muitas coisas da cidade, onde almoçar bem e barato ,onde comprar com garantias as lembrancinhas da ferrari para minha familia e amigos,e perguntamos a ele onde poderiamos dirigir uma Ferrari,pois estava com meu marido e queria presentialo com essa volta de Ferrari,e o Gean é proprietario de uma empresa de teste drive em maranello,onde ele nos acompanhou ate sua empresa e fez meu marido que era o sonho dele entrar em todos os modelos que estava ali e depois fomos da uma voltinha de meia hora Demais adoramos o passeio e adoramos o Gean simples e acolhedor como todo nordestino,vou deixa aqui o site da empresa dele para quem for a maranello o nome dele é Gean Silva abraço Raquel e muito obrigado seu blog nos ajudou muito irei recomendar

  9. Excelente post com uma data de informação sempre excelente para quem se desloca a Itália.

    Vou adicionar o seu blog à minha lista de futuros contactos 🙂

    • Rachel e Luciano Guedes
      01 set 2014

      Obrigado, Pedro.

  10. Olá, como vai?
    Adorei as dicas! Foram muito úteis para esclarecerem algumas dúvidas que tinha quanto a viagem.

    Muito obrigada

  11. Oi, Rachel! Amei as dicas de organização! aliás, as dicas do seu blog sempre me ajudam em viagens pelo mundo! parabéns e muito obrigado!! – Tercia Oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.