Como usar o seguro viagem da Assist-card

24 mar 2016

Sempre falamos aqui no blog a necessidade de fazer um bom seguro viagem, né? Inclusive já temos até post de “Como escolher um seguro viagem“. Como vocês sabem, em novembro passado (2015) fizemos uma viagem à Turquia. E quando a gente menos esperou, foi preciso acionar o seguro. Mas, como quem usou o seguro foi a mãe da Rachel, a convidamos hoje para escrever esse relato para nós. Veja como usar o seguro viagem da Assist-card. Seja bem-vinda, Ivana!

Recentemente, como faço em todas as viagens, contratei o seguro através do blog. Confesso que sempre exagero no plano, pois uma despesa médica fora do país, dependendo da gravidade, pode acarretar em uma dívida astronômica. E dessa vez não foi diferente, acabei escolhendo o seguro da Assist-card com cobertura de um milhão de dólares.

Estava em Istambul, Turquia, e minha coluna começou a doer. No início eu me fiz de forte e fui tomando um relaxante muscular, mas a dor aumentou muito e depois de muita resistência (e broncas da minha filha, rsrs) resolvi acionar o seguro.

           

Para acionar o seguro é super simples: basta você ligar para o telefone descrito na apólice. No meu caso, como estava em Istambul, liguei para o telefone geral deles (que está como Other Countries – 55 1131918700), pois não tinha Turquia especificado no voucher. Fizemos a ligação via Skype, pois achamos mais fácil e barato que ligar do hotel.  O primeiro atendimento foi todo em português, o que é muito bom. Imagina se fosse em turco, por exemplo! rs. O atendente pediu alguns dados da apólice, perguntou se estávamos em hotel e qual o nome e quarto, porque caso a ligação caísse, ele teria como entrar em contato novamente. O atendente me disse que a forma mais fácil e rápida naquele momento era enviar um médico no hotel. Eu aceitei pois realmente não vi necessidade de ir até um hospital. Deram a previsão de quarenta minutos para que o médico chegasse.

Em aproximadamente uma hora um médico, uma enfermeira e mais um acompanhante chegaram no meu quarto. Em um inglês bem razoável ele fez algumas perguntas, examinou minhas costas para afastar a possibilidade de algo nos rins, acho eu, e confirmou o diagnóstico de uma lesão muscular nas costas. Até aí tudo bem… Mas, após o exame, ele pede para a enfermeira preparar uma injeção para aplicar no músculo!!!! Não!!! Socorro!!!! Posso fugir??? Não pode ser na veia? rsrs Confesso que fiquei muito apavorada, a primeira vez nessa história toda que senti vontade de sair correndo. Depois de muito lamentar e tentar fugir, sem sucesso, deitei e fiquei esperando o momento tão dolorido. Mas, para minha surpresa, a mão da enfermeira foi de uma leveza ímpar. Estou até agora esperando a tão desagradável picada. Que mão maravilhosa! Inacreditável.

Como usar o seguro viagem da Assist-card

Foi olhando para essa caixa que descobri que iria tomar a injeção

O médico também me receitou 2 pomadas e um spray analgésico. Fui na farmácia que tinha do lado do hotel e comprei em dinheiro. Conforme me instruíram, guardei todas as notas e quando retornei ao Brasil dei entrada com o pedido de reembolso. Alías, pedir a notinha em inglês para o turco foi algo hilário. Fiquei uns dez minutos para ele entender o que eu queria.. hehe!! Em mais ou menos dez dias o depósito foi feito na minha conta bancária. Eles converteram todas as liras turcas que gastei em dólar e só depois em real. Nenhum prejuízo. Antes, mesmo sem nunca ter usado, eu já recomendava o seguro da Assist-card. Agora então, depois deste atendimento de primeira, não deixo mais ninguém viajar sem contratar o seguro…

Em resumo, a experiência foi ótima. Eu não precisei pagar médico, enfermeiro e acompanhante, pagando apenas pelos remédios, e mesmo desta despesa tive reembolso. Caso escolhesse ir ao hospital, eles me encaminhariam a um conveniado e acredito que também não teria pago nada.

Como usar o seguro viagem da Assist-card

Remédios receitados

Como usar o seguro viagem da Assist-card

Mais esse também

Agradecemos a Ivana pelo relato. E frisamos mais uma vez, a importância de contratar um seguro viagem, mesmo que seja para países mais perto, como Argentina. E se você vai viajar, não deixe de contratar o seu seguro viagem aqui pelo blog. É super simples, basta clicar na caixa aqui embaixo e fazer seu orçamento na Seguros Promo. E não esqueça: leitor do blog tem 5% em qualquer seguro. Basta colocar o cupom de desconto VIAGEMADOIS5.

E você? Já precisou usar seguro em alguma viagem? Compartilhe sua experiência conosco.

 


Comparar

Publicado por Rachel e Luciano Guedes

Somos um casal apaixonado por viagens e que compartilha relatos e dicas voltados, não exclusivamente, para programas românticos. Todas as nossas dicas são baseadas em nossas experiências.

Siga
Snapchat
viagemadois

comentários

  1. Simone
    24 mar 2016

    As despesas foram apenas com os remédios? Não houve a necessidade de pagar o médico e os acompanhantes? Sabe informar como seria se tivesse ido ao hospital?

    • Oi, Simone! Não precisou pagar nada aos médicos e acompanhantes não. Minha mãe só pagou mesmo os remédios. Quanto ao hospital, a informação era que eles entrariam em contato com algum hospital e nos avisaram para onde ir. Assim, também não seria preciso pagar nada. Vou incluir essas informações no post inclusive. Obrigada por perguntar.

  2. Oi eu queria saber se esse seguro vale para viagens aos EUA também !!! Ele parece muito bom, confiável e com preço legal

    • Oi, Eliane. Nós nunca utilizamos nos EUA, por isso não sei te informar. Mas acredito que se na Turquia foi tudo bem, nos EUA melhor ainda. Abraços

  3. Tamazi
    25 out 2016

    Obrigado, ja contratei uma vez em uma viagem ao chile e nao usei, vou contratar novamente e pretendo nao usar novamente, ótimo relato é bom saber que funciona de forma rápida e é eficiente.

    • Com certeza! A gente sempre contrata o seguro e espera não usar, né? Que continue assim.. hehe!! Faça uma cotação aqui pelo blog com a Real Seguro Viagem, o preço deles é ótimo! 🙂

  4. MARIA DE LOURDES RAMOS CESAR DA ROCHA
    29 nov 2018

    Não entendi. Eu preciso pagar ou não na hora?Obrigada

    • Rachel e Luciano Guedes
      03 dez 2018

      Nós não pagamos nada ao médico. Foi preciso apenas pagar os remédios que compramos na farmácia. Mas, tivemos o reembolso total.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.