Pisa e Lucca: bate e volta a partir de Florença

01 jul 2014

Um dos passeios de um dia mais feitos por quem visita Florença é dar um pulinho em Pisa, para conhecer a famosa Torre, emendando com uma voltinha pela cidade medieval de Lucca. Neste post vamos contar nossa experiência.

Saímos do hotel por volta das 9h e fomos direto para a estação de trem. Lá, na hora, compramos as passagens no guichê da Trenitalia em direção a estação Pisa San Rossore (trem regional), a mais próxima da região em que se concentram as principais atrações turísticas da cidade. O trajeto levou cerca de 1h30min a um custo de 9,20 euros por pessoa. No site da Treinatalia é possível pesquisar os horários. Por mais que você não compre com antecedência, assim como nós, você consegue pelo menos ter uma noção dos horários e, assim, otimizar o tempo e se programar.

Estação de trem Pisa

A estação de trem onde para o trem regional

E não é que ela é torta mesmo? ;-)

E não é que ela é torta mesmo? 😉

Da estação até a torre são cinco minutinhos de caminhada. Quem quiser tomar o trem rápido deverá desembarcar na estação Pisa Central e fazer uma caminhada mais longa ou tomar um táxi até a região da Torre.

Na verdade, a Torre de Pisa é apenas uma das atrações de uma espécie de complexo. Quando for comprar os ingressos, você deve escolher quais atrações deseja visitar. A visita à Catedral é gratuita. As opções de tickets são: 1 monumento/museu – 5 euros, 2 monumentos/museus – 7 euros, 3 monumentos/museus – 8 euros, 4 monumentos/museus – 9 euros. E para subir na Torre custa 18 euros. Os horários para visita variam conforme a época do ano, então o ideal é verificar no site deles: clique aqui.

Nós e a Torre

Como chovia, decidimos não subir a Torre e ficamos apenas nas fotos ali embaixo, visitando os monumentos/museus. Pegamos o ticket de 9 euros. Fique atento: no inverno há uma espécie de pausa para almoço e parte das atividades só retornam às 14h. Aproveitamos esse tempo para conhecer o  Museo Opera del Duomo.

 Museo Opera del Duomo

Museo Opera del Duomo

Além da Torre, recomendamos muito a visita à Catedral, ao Batistério e, principalmente, ao Cemitério. O local possui afrescos antiquíssimos, que vem sendo restaurados, e chegou a ser bombardeado durante a Segunda Guerra Mundial. Ainda é possível ver vestígios do bombardeio.

Pisa

O “complexo”

Batisterio

Batisterio

Duomo de Pisa

Torre de Pisa

Cemitério

Cemitério

Terminada nossa visita, fizemos um lanche no McDonald`s, que fica na entrada desse “complexo”, compramos algumas lembrancinhas com um imigrante de Bangladesh (que nos disse que ia torcer para o Brasil na Copa) e voltamos à estação de trem para irmos a Lucca. Observe as placas para descobrir de qual plataforma segue o trem para lá e, se necessário, pergunte a um funcionário ou a algum passageiro. A sinalização nessa estação não é muito clara. O trajeto dura de 20 a 30 minutos e a passagem custa 3,40 euros.

Saindo da estação de Lucca, você logo verá a muralha que cerca a cidade. É só seguir por ela até encontrar uma passagem.

A área sobre a muralha é um grande parque, com muitas árvores e pessoas caminhando. Logo descemos e fomos caminhando pela cidade, sem muitas pretensões, em razão do tempo ruim. Logo que a chuva apertou voltamos para a estação de trem e retornamos a Florença. A passagem de Lucca para Florença custou 7,10 euros e o trajeto levou cerca de 1h40min.

Lucca antes do temporal

Lucca antes do temporal

Uma pena! Não ficamos mais que uma hora em Lucca, e a cidade é tão linda..  Como vocês podem ver também não tiramos fotos, aliás tiramos uma única, essa acima. A chuva foi tão forte que atrapalhou tudo. Esperamos um dia voltar e poder fazer muito mais que uma day trip!

______

Nos siga no Twitter: @blogviagemadois

Instagram: @blogviagemadois

Facebook: https://www.facebook.com/ViagemADois

E assine nossa newsletter aqui.

Publicado por Rachel e Luciano Guedes

Somos um casal apaixonado por viagens e que compartilha relatos e dicas voltados, não exclusivamente, para programas românticos. Todas as nossas dicas são baseadas em nossas experiências.

Siga
Snapchat
viagemadois

comentários

  1. Rodolpho
    09 jul 2015

    Olá,
    Muito legal suas dicas!
    Voces foram em que mês? Iremos em Janeiro de 2016 para a Itália e faremos alguns bate-volta a partir de Florença. Será que o tempo estará ruim? Ninguem merece uma chuva no meio de uma viagem como essa..rsrsrs

    • Oi, Rodolpho! Olha fomos final de janeiro e início de fevereiro. Acho que você poderia pensar em pegar chuva. Já ir preparado acho melhor que ir não sabendo. Claro que pode não chover (e vamos torcer para não acontecer) mas também existe grandes chances. Vai preparada e na fé que dá certo! 😉

  2. Georgia
    02 mar 2016

    Legal,estou chegando em Florença em abril com minha irmã e quero aproveitar ao maximo estes passeios.Obrigada pelas dicas e tomara que não chova em Lucca pois pretendemos contemplar toda a beleza e energia de onde nasceu meu bisavô .

    • Georgia, vamos ficar por aqui na torcida para não chover! O passeio é delicioso, você irá gostar bastante! Depois nos conte o que achou! 🙂 Bjs

  3. gostaria de saber se é fácil comprar os ingressos lá, na hora de embarcar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.