7 tipos de pessoas com quem não gostamos de viajar

10 jun 2014

Viajar é uma delícia! Conhecer um lugar diferente, fugir da rotina, provar novas comidas… Sempre voltamos de nossas viagens contando os dias para a próxima. Mas se há uma parte chata da viagem, é o voo. E não falamos isso por causa da qualidade dos aeroportos ou da má prestação de serviço por parte das companhias aéreas, mas por causa das pessoas. Às vezes temos a impressão de que viajar libera o “eu interior” do sujeito que simplesmente entende que pode fazer o que bem entender por estar pagando.

Resolvemos então fazer a lista dos passageiros com quem é mais difícil conviver, seja numa ida ao Japão, seja numa ponte aérea.

  • Gente que chega atrasada no check-in

Rachel foi para o Rio ontem, em meio a uma greve do metrô em São Paulo. Sabendo que o trânsito em São Paulo estaria um caos, decidimos sair de casa bem cedo, de modo a evitar qualquer possibilidade de perder o voo. Chegamos lá e a Rachel fez o check-in tranquilamente, quando chega uma passageira indignada porque a companhia aérea encerrou o check-in no horário programado. Segundo ela, a Gol deveria ser mais tolerante em um dia de trânsito caótico. Ou seja, “segura o voo enquanto a dondoca não chega para o embarque”. Fala sério!

  • Gente que não despacha mala

Você embarca com a sua mochila. Ao chegar no seu assento, descobre que o bagageiro está ocupado por uma mala do tamanho de um caminhão e você vai precisar viajar com a mochila nos pés, naquele assento já apertado. Ódio mortal! Para quem não sabe, as limitações de peso e tamanho para bagagem de mão são uma questão de segurança, influindo no peso do avião e no cálculo do combustível. Além disso, todos os passageiros precisam acomodar suas bagagens. Se você usa espaço demais, falta espaço para o coleguinha. A menos que você tenha comprado dois bilhetes, atenha-se aos limites estabelecidos no contrato e na legislação.

Nada como uma saída de emergência para esticar as pernas!

Nada como uma saída de emergência para esticar as pernas!

  • Gente que trata os funcionários da companhia aérea como serviçais

Não tem gente mais chata do que pessoas que tratam os comissários de voo como serviçais. Mal sentam no assento, pedem água, refrigerante, café, biscoito… Não esboçam um sorriso, não agradecem o serviço prestado e, caso não sejam atendidos, esbravejam lembrando aos pobres funcionários da companhia aérea que é o passageiro que paga o salário dele e, por isso, merece melhor consideração. De fato, os comissários devem tratar bem os passageiros, mas gentileza e bom senso não fazem mal a ninguém.

Uma cena que vimos hoje no aeroporto. Uma funcionária da companhia aérea se ofereceu para ajudar um idoso que prontamente respondeu, aos berros: “é melhor você não se meter porque eu já contei a história para outra pessoa”. Educação zero!

  • Gente que reclina o encosto em momentos inapropriados

Todo mundo sabe que, para o pouso e a decolagem, os encostos devem estar em posição vertical. Mas a quantidade de gente que, mal senta no avião, já reclina o encosto é absurda. Ora, se o encosto precisa estar na posição vertical, qual a razão de não esperar até que o avião esteja em altitude de cruzeiro? Também é bastante desagradável fazer a refeição com o assento da frente sobre a sua comida, mal conseguindo mexer os braços.

  • Gente que puxa conversa quando estamos prestando atenção a outra coisa

Você está cochilando, ou lendo, ou com o fone de ouvido. O que isso significa? Que não quer conversar! E aí vem aquele chato querendo falar mal do governo, ou contar da azia do sogro, ou contar piadas sem a menor graça. Não que uma conversa não possa ser agradável, mas se a pessoa está com a sua atenção voltada para outra coisa, provavelmente ela não quer fazer uma nova amizade.

  • Gente que não sabe sentar

Também é muito chato viajar com gente que fica empurrando o assento. Tem gente que passa o voo todo chutando o encosto do banco da frente. Há também os espaçosos, que abrem as pernas e os braços de forma a inviabilizar qualquer movimento do passageiro ao lado (especialmente daqueles que estão na poltrona do meio). Por fim, aqueles que se levantam se puxando tanto a cadeira da frente que você tem a sensação de que o assento vai virar.

  • Gente que só sabe reclamar

Esse é, sem dúvida, o mais insuportável de todos. O cara reclama da fila do check-in, da roupa da comissária, das instruções de segurança, do tamanho do assento, da qualidade da refeição servida em voo, do bebê chorando, das turbulências, do pouso, do ônibus da Infraero, da fila da imigração, da espera das malas, da fila do táxi… Enfim. É aquele sujeito cujo mal humor é tão insuportável que férias são apenas a oportunidade de destilar sua rabugice em algum lugar longe de casa. A frase mais utilizada por esse sujeito, pelo menos até dia 12/06, é: “Imagina na Copa”.

E você? Já passou algum inconveniente por causa de um passageiro inconveniente? Ou se identifica com alguma das categorias acima? Deixe seu comentário!

______

Nos siga no Twitter: @blogviagemadois

Instagram: @blogviagemadois

Facebook: https://www.facebook.com/ViagemADois

E assine nossa newsletter aqui.

Publicado por Rachel e Luciano Guedes

Somos um casal apaixonado por viagens e que compartilha relatos e dicas voltados, não exclusivamente, para programas românticos. Todas as nossas dicas são baseadas em nossas experiências.

Siga
Snapchat
viagemadois

Veja também:

comentários

  1. Grazi
    10 jun 2014

    Nossa, achei esse post bem interessante e é verdade! Adoro seu blog!

  2. Marcela
    10 jun 2014

    Adorei esse post!

    eu acrescentaria mais uma: mãe sem noção que coloca o filho deitado na poltrona do meio.

    Aconteceu isso comigo! A mãe colocou a criança de uns 3 anos deitada no colo dela e com as pernas esticadas na poltrona do meio. O problema era que a criança nao parava um minuto de gritar e ficava me chutando toda hora! E pior a mae mal educada nem pra pedir desculpas e nem pra acomodar a criança sentada! Aff!

  3. Ivana
    10 jun 2014

    Excelente! Muito bem observado.
    Vocês estavam de muito bom humor ou extremamente irritados quando escreveram o post? rsrs

  4. Samuel
    08 jul 2014

    Observações muito pertinentes … Muitas pessoas não respeitam o próximo, porque não têm educação, não têm educação porque não foram educadas pelos pais, que certamente também não tinham para dar … e isso é um ciclo vicioso. Melhor conviver com pessoas educadas e bem amadas, é bem mais fácil, não ! Parabéns pelo blog ! Muito útil ! Abraços !

  5. Thaynara
    28 ago 2015

    Amigos/colegas de viagem que deixam tudo por sua conta… “Já olhou o hotel?” “Já reservou o carro?” 🙁

  6. Eu acrescentaria…gente que vai dormir o vôo inteiro e mesmo assim escolhe sentar no corredor, aí eu que NÃO DURMO fico constrangida de acordar para ir ao banheiro.

    • Rachel e Luciano Guedes
      28 fev 2016

      O Luciano também não curte esse tipo de pessoa. O corredor tem que ficar com quem não dorme, né? Mais confortável pra todo mundo! hehe!! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.