Tem alguém aqui?

10 abr 2022

Este post reabre a alta temporada no Viagem a Dois. Depois de quase dois anos escrevendo muito pouco, sentimos que é hora de colocar este blog para rodar novamente. E gostaríamos de começar compartilhando com vocês como foi passar por essa experiência maluca que foram os últimos dois anos.

Nossa última viagem pré-pandêmica foi para Portugal, com um casal de amigos muito querido. Tivemos a oportunidade de revisitar Porto, Lisboa, Coimbra e outras cidades. Viajar é uma delícia e fica ainda melhor quando acompanhados por pessoas que amamos. Mal sabíamos que seria a última viagem em muito tempo, apesar de já se ouvir bastante a respeito de um vírus circulando pela Ásia e chegando à Europa. 

Em março, tudo se fechou. Lembramos que a mãe do Luciano estava visitando parentes no interior de Santa Catarina e foi preciso trocar a passagem de última hora. Depois de muita insistência, ele conseguiu que a Azul a colocasse no último voo partindo de Lages para Curitiba, de onde ela pegou um voo para o Rio de Janeiro, onde mora. No telefone ela disse que o aeroporto de Curitiba estava deserto, sem um lugar para comer. Parecia cena de filme. Luciano chorou e pediu para que a mãe se cuidasse. Ainda não tínhamos noção do que efetivamente seria a pandemia.

Tínhamos uma viagem para Orlando programada para março/2020. Foi preciso cancelar tudo.

Nós levamos bem a sério a COVID. Ficamos praticamente seis meses sem quase sair de casa. Botar o pé fora do apartamento era apenas para ir ao supermercado e passear nosso cachorro. Foi preciso elaborar uma rotina para não pirar. Assistimos muitas aulas, cozinhamos bastante, jogamos bolinha para o dog, trabalhamos… Era preciso preencher o tempo para não sermos sufocados pelo tédio.

Falando em cachorro, não sei se contamos aqui sobre ele, o Orlando. E por que esse nome? Por causa da cidade de Orlando, claro, o destino especial para nós dois. Nós o adotamos no Instituto Luísa Mell em setembro de 2019. Chegou aqui em casa ainda filhote, com 9 meses. Tê-lo conosco durante a pandemia foi muito bom pra gente. Brincar com ele ajudava a passar o tempo e diminuía a tensão de ficar dentro de casa o tempo todo. 

Nós três ❤️

Com a vontade de viajar já batendo no teto, alugamos uma casa em Cunha para passar alguns dias. Era um sítio bem no meio do nada, mas com um riacho que corta o terreno. Fomos com amigos e a irmã da Rachel, além dos cães. Esses dias foram essenciais para possível diminuir essa sensação de sufocamento que a entediante rotina entre quatro paredes provocava. 

Renovando as energias em Cunha

Em dezembro de 2020, o pior momento de todo esse período. Com a queda do número de casos, sentimo-nos seguros para ir ao Rio de Janeiro visitar nossos pais. Neste descuido, pegamos COVID. Além de nós dois, também outras pessoas de família pegaram. Adolfo, marido da irmã da Rachel, faleceu. Todos nós sentimos muito o baque.

Por conta disto, acabamos passando vários meses no Rio de Janeiro, ajudando a Camilla neste período difícil. Ela precisou se mudar e a presença da Rachel era muito importante. Por uma infeliz coincidência, um dos cachorros dela morreu poucos meses depois, agravando o já difícil luto.

Em maio, finalmente um alento. Tomamos a primeira dose da vacina! Acreditávamos que, enfim, poderíamos voltar à vida normal. Doce ilusão, não? A pandemia ainda estava totalmente fora de controle e, embora vacinados, ainda não nos sentíamos seguros. Com tudo pelo que passamos, ainda era difícil nos concentrar no trabalho ou nos estudos. A rotina, que inicialmente servira para aliviar o passar do tempo, tornara-se monótona. 

 

Enfim o momento mais esperado desse tempo todo, a vacina!

Em agosto, a segunda dose! Finalmente começamos a nos sentir mais confortáveis para sair um pouco. Na segunda quinzena de setembro, nossa primeira viagem de avião desde janeiro/2020. Fomos para Pernambuco e visitamos Porto de Galinhas e Recife. Como era uma viagem realmente para espairecer, não nos preocupamos em anotar as coisas ou tirar fotografias. Focamos apenas no momento. Depois de um ano e meio, voltar a entrar num avião e conhecer um lugar novo era um sopro de energia no meio de tanto caos.

Nós na praia de Carneiros

Nós na praia de Carneiros

Com o avanço da vacinação, fomos botando a cara para fora. De vez em quando um restaurante, visitar ou receber visita dos amigos…  Finalmente pudemos remarcar a viagem que canceláramos em março/2020.

Chegando perto do final do ano (e também da nossa viagem), começaram as notícias sobre a nova variante que estava fazendo o número de casos de COVID explodir nos Estados Unidos. Será que precisaríamos adiar a viagem novamente? Será que a vacina não tinha acabado com a pandemia?

Decidimos viajar assim mesmo. Mas, confessamos, não foi a viagem que esperávamos. Era a nossa primeira viagem internacional em quase dois anos e, certamente, estávamos idealizando demais. Mas como estávamos muito ansiosos e temerosos de pegar COVID novamente, não conseguíamos relaxar. Já no avião, aquele pânico com as pessoas sem máscara para comer. Chegando em Orlando, um monte de pessoas sem máscara, agindo como se não houvesse nenhum vírus rolando por aí. Os parques também estavam absurdamente cheios… As filas enormes para fazer os testes de COVID, exigidos para retornar ao Brasil. Certamente não era a viagem internacional pela qual tanto ansiávamos.

Mas é isso… nem toda viagem sai do jeito que planejamos. Já nos nossos últimos dias nos Estados Unidos o número de casos de COVID caiu e voltamos a ter alguma sensação de normalidade.

De lá pra cá se passaram quase três meses e, enfim, parece que a pandemia nos deu um descanso (embora não possamos ainda dizer que acabou). Estamos retomando nossas vidas e projetos e dando continuidade a alguns iniciados durante a pandemia. A Rachel, por exemplo, em fevereiro de 2020 abriu uma agência de viagens especializada em Disney, a Finalmente Orlando. Em junho de 2020 entrou para a diretoria da ABBV (Associação brasileira de blogs de viagens) e acabou de ser reeleita para mais um biênio. Foram meses de muito trabalho nesses projetos também. Já o Luciano começou o doutorado em Ciências Humanas e Sociais agora em 2022 e já está no 3° semestre do curso de alemão (ouvimos viagem para a Alemanha?). Foram meses difíceis, mas, finalmente, estamos vendo tudo voltando. E, se Deus permitir, mês que vem partimos para nossa primeira viagem com este blog reativado. 

E por aí? Como foram esses meses? Esperamos que a acalmaria tenha chegado por aí também.

Publicado por Rachel e Luciano Guedes

Somos um casal apaixonado por viagens e que compartilha relatos e dicas voltados, não exclusivamente, para programas românticos. Todas as nossas dicas são baseadas em nossas experiências.

Siga
Snapchat
viagemadois

comentários

  1. Ivana
    10 abr 2022

    Muitas saudades dos posts sempre úteis e com uma linguagem muito agradável.
    Bem vindos, novamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.