O quão difícil é ficar sem viajar para você?

15 out 2020

Eu sempre soube que viajar era uma área muito importante da minha vida. Não só pelo questão do prazer, de gostar muito e priorizar isso, mas também por trabalhar com turismo. E aí que em março a pandemia chegou e mexeu exatamente com esse cantinho aqui dentro: viagem. E só assim eu pude perceber o quão difícil é ficar sem viajar.

O quão difícil é ficar sem viajar para você? Para mim, Rachel, está sendo mais difícil do que eu imaginei. Na verdade acho que eu nunca tinha imaginado ficar sem viajar assim. Então está sofrido e doído. Tem sido inclusive assunto na minha terapia. Mas, talvez, o que me deixe mais frustada é não ter uma previsão de retorno, sabe? Não poder sonhar em viajar de novo. Em não fazer ideia de quando poderei entrar em um avião e fazer aquilo que eu mais amo.

E aí que entra a parte de quanto é difícil, nesse momento, trabalhar com o turismo. Porque ao mesmo tempo que eu preciso vender, ganhar dinheiro eu não quero e muito menos ache que é a hora de incentivar as pessoas a viajar. Nem a curto e longo prazo. Curto porque ainda estamos no meio de uma pandemia e ir para um hotel, restaurantes e pontos turísticos ainda não são atividades recomendadas. E a longo prazo porque quem garante que poderemos viajar? Tudo bem que as pessoas que compraram suas viagens com agentes não tiveram prejuízo. Na pior das hipóteses, ficaram com o crédito para usar quando tudo isso passar. Mas aí eu acho que não entra só a questão de dinheiro, rola também uma frustração. E eu particularmente, acho isso péssimo. Acho que inevitavelmente isso acaba influenciando sua viagem de forma negativa. E o que eu faço nesse meio? Depois de muita terapia, de muito pensamento, cheguei nesse formato aqui no blog, que eu falei nesse post “E no meio do caminho tinha uma pandemia“.

difícil é ficar sem viajar

Vôo de balão na Capadócia em 2015

Hoje eu sigo aqui, tentando concentrar a minha mente, minha força e meu pensamento para o trabalho. Retomei aqui as coisas relacionadas a viagens e fico só me imaginando, cada dia mais, em um Airbnb, bem isolado, onde eu possa, mesmo que de forma limitada, aproveitar e sair um pouco da rotina, de casa. Enquanto isso não acontece, eu fico aqui imersa também nos livros, séries, filmes e cozinha, tentando matar um pouco a saudade de todos os destinos a que já fui e buscando inspiração para os próximos.

Por último, mas não menos importante, me conta aqui nos comentários: o quão difícil é ficar sem viajar para você?

Um beijo!

Rachel

 

Publicado por Rachel e Luciano Guedes

Somos um casal apaixonado por viagens e que compartilha relatos e dicas voltados, não exclusivamente, para programas românticos. Todas as nossas dicas são baseadas em nossas experiências.

Siga
Snapchat
viagemadois

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.