Para onde viajar com o dólar alto

10 mar 2015

Com o dólar subindo muito e rompendo a barreira psicológica dos 3 reais, é imperativo reorganizar a agenda de viagens. O dólar alto torna os destinos preferidos dos brasileiros (Flórida e Nova York) muito mais caros.

Comparemos. No início de 2014 o dólar girava na casa dos 2,30. Uma compra de 100 dólares no cartão de crédito chegaria na fatura, considerando o IOF de 6,38%, por 245 reais. Essa mesma compra hoje resultaria numa despesa de cerca de 330 reais. Um aumento de mais de 30%.

A primeira coisa a fazer é se perguntar se você realmente quer ir pra Orlando/Miami/Nova York. Se a resposta é positiva, nossa sugestão é: VÁ! Mas tente adequar sua viagem ao novo horizonte econômico. Um hotel mais barato, menos dias de parque, um carro mais econômico, adiar a comprar de um eletrônico…  São pequenas coisas que ao fim da viagem poderão representar uma grande economia.

Agora, se você escolheu os EUA como destino em razão dos preços mais baixos ou da comodidade, talvez seja interessante uma reavaliação de destino.

A primeira e mais óbvia opção é mudar para um destino nacional. Talvez você me responda que viajar dentro do Brasil é mais caro que ir pro exterior. Essa é uma verdade parcial. Sobre o assunto, sugerimos a leitura de um post do Viaje na Viagem (5 toques para viajar mais barato dentro do Brasil). Se você abrir mão de viajar na alta temporada, certamente encontrará preços mais em conta. O Brasil tem inúmeros atrativos turísticos para todos os gostos e bolsos. Turismo cultural, histórico, de lazer, praia e montanha…

As vantagens são inegáveis: não é preciso tirar visto, renovar passaporte ou se preocupar com o câmbio. Também não tem que se virar com o inglês da escolinha ou enrolar no portunhol. Não é preciso fazer seguro-saúde pois a maior parte dos planos de saúde tem cobertura nacional. As promoções de passagens aéreas são frequentes e muitos destinos podem ser alcançados de carro ou ônibus.

Temos amigos em São Paulo que conhecem a Suíça e o Canadá mas nunca desbravaram o Rio. E o contrário também acontece. Por que não adiar sua viagem para Miami e passar uma semana na Cidade Maravilhosa?

A segunda opção é procurar países cuja moeda também esteja enfrentando um processo de desvalorização frente ao dólar. Não foi apenas o real que perdeu valor frente à moeda americana: praticamente todos os países em desenvolvimento enfrentam processo semelhante (embora no Brasil a desvalorização venha sendo um maior em razão das incertezas no cenário econômico e político).

Então, que tal substituir a viagem para os Estados Unidos por uma visita à Colômbia? Ou aproveitar para conhecer a rica cultura, história e gastronomia peruanas? Revisitar a Argentina, explorando seu interior ou conhecer Bariloche? Ou explorar vinhedos e andar de esqui no Chile? A moeda desses países também se desvalorizou e seu valor em relação ao real não se modificou tanto. Além disso, a maioria desses destinos tem preços de passagens aéreas mais em conta e as companhias aéreas sempre fazem promoções bastante interessantes.

Cartagena

Cartagena

Isla del Sol

Isla del Sol

O euro também não se valorizou tanto quanto o dólar, mas estando cotado a mais de 3,30 também inibe o viajante.  Dentro os países que formam o Euro, Portugal é um dos destinos mais baratos e vem se consolidando como um dos mais importantes destinos turísticos europeus. Outra opção interessante são os países que ainda não integram a zona do Euro. Que tal conhecer a Turquia ou a Rússia?

Para além do tradicional, por que não ir a Tailândia? Você vai gastar mais na passagem, mas os passeios e hotéis são ridiculamente baratos. Além disso você poderá conhecer uma cultura totalmente diferente da nossa e verdadeiros paraísos tropicais, como a famosa ilha de Koh Phi Phi.

Tailândia e seus encantos

Tailândia e seus encantos

No nosso planejamento resolvemos adiar por algum tempo nosso desejo de conhecer Portugal e queremos explorar São Paulo. Moramos aqui já há três anos e nunca fomos a Santos, por exemplo. Também pretendemos ir a Monte Verde, um conhecido destino regional de inverno na divisa de Minas com São Paulo.

Fomos convidados por um querido casal de amigos a conhecer Rondônia e estamos muito animados com essa possibilidade. Também gostaríamos de conhecer Vitória, Natal e Belém. Como falta dinheiro, férias e feriados suficientes para todos, teremos que escolher um ou dois desses destinos.

Dentre as últimas viagens nacionais que fizemos, recomendamos intensamente Aracaju, a cidade nordestina preferida da Rachel, com uma esticadinha para conhecer os Cânions do Xingó (leia mais aqui). Já o destino nacional preferido do Luciano é Fortaleza e as praias do Ceará, especialmente Canoa Quebrada, além do famosíssimo Beach Park.

Não esqueça de fazer sua cotação com a Real Seguro Viagem, comparação de preço com dez seguradoras e melhor preço sempre!!

E você? Qual é o seu destino nacional preferido? Deixe aqui sua sugestão!

 

– Quer dicas de onde economizar na Disney? Acesse nosso post “Como economizar na Disney“.

______

Nos siga no Twitter: @blogviagemadois

Instagram: @blogviagemadois

Snapchat: viagemadois

Facebook: https://www.facebook.com/ViagemADois


Powered by Benchmark Email

Publicado por Rachel e Luciano Guedes

Somos um casal apaixonado por viagens e que compartilha relatos e dicas voltados, não exclusivamente, para programas românticos. Todas as nossas dicas são baseadas em nossas experiências.

Siga
Snapchat
viagemadois

Veja também:

comentários

  1. Dani
    12 mar 2015

    Olá, conheci seu blog hoje e estou adorando as dicas. Resumindo, com dólar alto, é melhor escolher um destino nacional?
    Ah, se vocês vierem mesmo à Rondônia, aconselho dar um pulinho Rio Branco-Acre! Fica do lado! E já aproveitam a oportunidsde (e se vcs estiverem com tempo sobrando) de ir pela estrada do Pacífico até Cuzco-Peru (não sei se vcs já conhecem).

    • Rachel e Luciano Guedes
      12 mar 2015

      Oi, Dani!

      A escolha do destino vai depender da sua vontade e do seu orçamento. Nós, por exemplo, decidimos privilegiar os destinos nacionais no próximo semestre. Mas se aparecer alguma promoção, podemos viajar para o exterior.

      Cuzco está na nossa listinha de lugares para conhecer. Infelizmente ainda não tivemos oportunidade de ir. Você já fez a viagem pela estrada?

      Quanto a Rio Branco, temos vontade de conhecer todos os estados brasileiros. Em algum momento a gente aterrisa por lá. =D

      Obrigado pelo seu comentário e desejamos muitas viagens pra você.

  2. Alda
    12 mar 2015

    Primeira vez que leio o blog de vocês. Gostei muito desse post, e concordo que devemos sim nos adaptar ao novo cenário econômico. Meus planos de viagem também serão modificados com tudo isso e acho que visitarei o blog de vocês mais vezes, pois a Colômbia me parece um destino interessante e já vi aqui que vocês tem algumas postagens sobre esse destino.
    Ah! Vocês citam Belém como provável destino. Sejam bem-vindos! Sou de Belém e dou maior força para que venham e sejam felizes 😉
    Um abraço

    • Rachel e Luciano Guedes
      12 mar 2015

      Oi, Alda!

      A Colômbia é um destino maravilhoso e surpreendente. Pretendemos voltar para explorar outras cidades como Medellin e Santa Marta.

      Quanto a Belém, temos lido e ouvido falar muito bem da cidade. Fora que o Luciano ama comer coisas diferentes e dizem que a gastronomia paraense é uma das melhores do Brasil. Gostaríamos de ir para passar pelo menos 3 dias na cidade. Beijos

  3. No Brasil temos lugares lindos, neste momento o Brasil realmente é a melhor opção. Campos do Jorão é uma opção.

    • Realmente, Alexandre! Campos do Jordão é uma delícia. Esperamos voltar lá esse ano ainda! Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.