Minhas impressões de Aracaju

26 maio 2015

Quando esse texto for publicado eu provavelmente já estarei de volta ao Rio de Janeiro.

Conhecer melhor o nosso país é algo que os meus pais sempre me ensinaram a fazer. A primeira hipótese para as férias desse ano foi viajar para a Europa, mas depois de uma ampla reforma no apartamento decidi voltar a Aracaju, Salvador e Fortaleza.

Por isso, parti rumo a Aracaju, desembarcando no pequeno e modesto aeroporto. Saí do Rio de Janeiro, aeroporto do Galeão, às 8:51h num voo direto, chegando às 11:55h na capital sergipana. Logo na chegada percebi que não conhecia tão bem esse pequeno paraíso, localizado no nordeste Brasileiro.

Aracaju

No aeroporto

O aeroporto internacional de Santa Maria dista 15 km da orla da praia de Atalaia. Na Avenida Santos Dumont onde está localizada a maioria dos Hotéis. Fiz o percurso de táxi do aeroporto até ao Hotel Mercure em 20 minutos e paguei R$ 30,00 pela corrida. Assim que terminei o check-in no hotel resolvi almoçar.

Desejava experimentar cada tradição, cada sotaque, cada iguaria culinária da região. Verifiquei que existem opções para todos os gostos. Diante de algumas opções interessantes cedi ao camarão e fui almoçar no restaurante República dos Camarões. A moqueca de camarão estava maravilhosa. Come-se muito bem e por um preço bem justo na capital do Sergipe.

À noite fomos direto à passarela do Caranguejo. Escolhi um bar que tem 32 anos de tradição servindo o tradicional crustáceo, o Amanda Bar e Restaurante.

Fomos dormir satisfeitos com o nosso primeiro dia em Aracaju.

O Amanda Bar

O Amanda Bar

Amanda Bar

Caranguejos

No dia seguinte fizemos um bate e volta e conhecemos um paraíso chamado Mangue Seco. Compramos o passeio a R$ 80,00 por pessoa. Saímos do hotel por volta das 8 horas e as 9:30h estávamos no atracadouro Porto Cavalo, onde pegamos a escuna para atravessar o rio Real, que separa os estados do Sergipe e da Bahia. Após 35 minutos chegamos ao vilarejo de Mangue Seco, na margem baiana do rio.

Mangue Seco

Cenário da Tieta

Do vilarejo a Praia temos que atravessar as dunas e o transporte é feito somente por bugre, ao preço de R$ 50,00 por casal. Foi aqui que ocorreram as filmagens da novela Tieta. Nesses dois coqueiros chamados Romeu e Julieta foi gravada a famosa abertura com a atriz Isadora Ribeiro. É um lugar espetacular.

No dia seguinte fomos a um outro passeio ainda mais bonito. Visitar o Cânion do Xingó, em Canindé. Chega-se ao imponente cânion após meia hora de navegação no Rio São Francisco. Mas sobre esse passeio falaremos em um outro post.

______

Nos siga no Twitter: @blogviagemadois

Instagram: @blogviagemadois

Facebook: https://www.facebook.com/ViagemADois

E assine nossa newsletter aqui.

Publicado por Sérgio Lima

Sergio tem 61 anos e é engenheiro civil. Adora viajar. No Brasil conhece do Chui a São Luiz, passando pela ponta do Seixas, e outras capitais. Esteve em Nova York, Miami e Orlando. Após mais de 20 anos sem ir a Europa, nos dois últimos anos passou por Portugal, Espanha, Inglaterra, Bélgica, França, Itália e Suíça.

Siga
Snapchat
viagemadois

Veja também:

comentários

  1. Aracaju é uma delícia de cidade! É uma capital com cara de cidade pequena.
    Curto muito!

    • Exatamente! Curtimos muito, quero voltar, sem dúvidas! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.